Login

E-mail

Senha

Lembrar

Cadastre-se

Menu
HOME

  INDIQUE!

  COMUNIDADE
NO ORKUT
 

AMIZADES

  ASSINAR O NATIONAL
 

BLOGS

  BRAZILIAN SUPERLIST
 

  CÂMARAS DE COMÉRCIO
 

  CLASSIFICADOS
GRÁTIS
 

CONSULADOS

DINHEIRO

FESTAS

IMIGRAÇÃO
IMÓVEIS

NATIONAL

NOTÍCAS

TEMPO

VIDEOS

RSS FEED
Brasil|Leia o jornal National na versão integral
Envie essa matéria para um amigo


6/6/2008 - 19:27

Beleza tipo exportação


Fonte: Agência BR NEWS

Da Redação

Brasileiras conquistam mercado da moda no exterior. Em entrevista exclusiva, Heloísa Alves, Miss Brasil-USA 2007, fala sobre as oportunidades que surgiram após a conquista do título mais almejado pelas garotas de nossa comunidade.



A vida de Heloísa Alves pode ser dividida em antes e depois do Miss Brasil-USA. Desde que ganhou o título, em novembro do ano passado, a garota não parou de trabalhar.

Na semana passada, ela participou do Fashion Show promovido pelos organizadores do concurso, em Newark (NJ), e fez uma sessão de fotos exclusiva para o NATIONAL. Aproveitamos a oportunidade para conversar com ela e saber como anda sua vida profissional. Confira.

Primeiramente, gostaria que você falasse um pouco sobre sua vida. Quando veio para os Estados Unidos?

Eu sou de Rinópolis, interior de São Paulo, e desfilava em concursos locais. Minha família tomou a decisão de mudar-se para os Estados Unidos há oito anos, por estar à procura de uma vida econômica mais estável. Eu tinha 14 anos e aprendi rapidamente o idioma estrangeiro. Sempre tive paixão pelos palcos e passarela. Tocava piano desde meus 5 anos de idade em audições, e desfilava para eventos mirins na minha cidade.

Após chegar aos Estados Unidos, justamente pela falta de amigos e saudade da pátria, minha mãe comprou um violão e eu aprendi a tocar o instrumento sozinha. Fui convidada a tocar piano para o coral de minha High School, e foi aí que começou a surgir meu interesse pelo canto. Cresci entre dois irmãos, influenciada pela música de bandas como Metallica, Iron Maiden, Rush, e também adquiri muita influência da música clássica. Formei minha banda de rock ao terminar a high school e nesse mesmo ano participei do concurso “Miss Latina Mundo”, no Texas, onde ganhei o 2º lugar.

Então, sua rotina de testes e concursos começou há muito tempo?

Sim. Entre música e concursos de beleza surgiu a oportunidade para que eu audicionasse em Los Angeles, CA, para um reality show televisivo. Eu fiquei entre os 18 finalistas, num universo de 50.000 mil pessoas. O concurso era uma mistura de American Idol e Big Brother chamado “La Academia”, e foi transmitido pela Television Azteca (México) por quatro meses, tendo somente no primeiro show mais de 6 milhões de telespectadores. Foi uma grande exposição para mim, onde, após ter participado, fiz outro show durante toda a Copa do Mundo de 2006. Logo depois gravei comerciais para Bally Total Fitness, Cingular Wireless, etc.

Depois de minha jornada pelo México morei em Los Angeles por 6 meses, mas resolvi voltar a Seattle, pois achei que me estava distanciando muito da música. Voltei à Universidade para estudar produção musical e engenharia de áudio. Em 2007, minha mãe decidiu inscrever-me para o concurso do Miss Brasil USA e depois de ter ganho a etapa estadual em Washington, ganhei o Miss Brasil USA 2007. Desde então, as coisas aconteceram muito rápido em minha vida.

Você sempre sonhou em trabalhar com beleza?

Sim, acho que minha mãe sempre quis que eu fosse paquita, bailarina, pianista, atriz... (risos)... e isso me influenciou muito. Eu desfilava para Macis, fazia fotografia, e fashion shows antes do Miss Brasil.

O Miss Brasil-USA abriu muitas portas para você?

Antes do Miss Brasil eu já tinha aberto portas nos mercados hispano e americano, mas o concurso permitiu explorar minhas raízes e cultura. Novamente, eu pude estar em contato com minha gente. Graças ao Miss Brasil-USA surgiram muitos trabalhos com a comunidade brasileira nos Estados Unidos inteiro. Não deixei de viajar depois que ganhei o título. Hoje, tenho muito trabalho e meu tempo encolheu mais ainda.

Como está sua rotina hoje em dia?

Daqui até novembro tenho eventos todas as semanas, sendo do Miss Brasil, ou com minha banda, ou modelando, ou com sessões de fotos para revistas. No último mês tive três fashion shows, um evento na Flórida, um em Boston, um em Nova York, no momento estou em New Jersey para uma parade do dia de Portugal, tive um photoshoot semana passada e amanhã tenho outro. Para aguentar a correria, tento ter um estilo de vida muito saudável, comendo bem, malhando e bebendo muita água.

Quais são seus planos para o futuro?

Continuar trabalhando, estudando e correr atrás dos meus sonhos com música e como modelo.

Para finalizar, qual sua mensagem para as meninas que sonham em ser Miss Brasil-USA 2008?

Eu recomendo a todas a meninas quem têm vontade de sobresair no mundo artístico que participem do Miss Brasil-USA, que é um evento feito por pessoas muito profissionais. O concurso é uma vitrine para que elas sejam vistas por pessoas influentes, que poderão fazer com que seus sonhos se tornem realidade.
Envie essa matéria para um amigo

Comentários. Deixe o seu!

Seja o primeiro a deixar a opinão sobre esse assunto!

Leitor cadastrado.
Faça o login para comentar!

E-mail

Senha

Lembrar de mim neste computador



Novo no site?
Cadastre-se para comentar e receber um e-mail quando tiver novas notícias.

E-mail

Zip-code

Senha

Confirme a senha


Aceitando nossos e-mails, você receberá as notícias do site diretamente em sua caixa postal e eventualmente, promoções, como ingressos grátis para eventos brasileiros e/ou ofertas exclusivas aos usuários cadastrados do site.






© 2004 Brazilian Superlist . Todos os direitos reservados.
Aviso Legal. Política de Privacidade